Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Qual o teu legado?

por doinconformismo, em 12.03.18

Cada vez penso mais neste tema.

Talvez porque olho para o estado do país e do mundo.
Talvez porque há 2 anos vi o meu pai, um homem ativo no pleno domínio das suas faculdades, ser reduzido a nada na sequência de um AVC. E alguns dias depois, recuperar por milagre quase por completo.
Talvez porque tenho 2 filhos e quero mudar o seu mundo para melhor assim como quero que eles cresçam para ser pessoas inteiras, bem resolvidas, dedicadas aos outros de forma mudarem o mundo à sua própria maneira.
Talvez porque os "entas" já cá estão há um ano ou dois e não posso evitar pensar que qualquer dia estarei a meio da vida e que tudo o que aprendi nesta primeira metade vale a pena partilhar. Todas as experiências, os erros, ...
Certo é que PRECISO de fazer alguma coisa.
 
Então neste fim de semana dediquei-me não apenas a pensar mas a ESTRUTURAR o que deverá ser o meu legado e como o poderei construir e partilhar. Planear e medir, certo? Não é a boa maneira portuguesa, mas é uma boa maneira.
Em devido tempo escreverei sobre o que fiz e com que objetivo.
Mas o certo é que este blog faz parte do grande plano para conquistar o mundo e portanto não poderia deixá-lo mudo nem mais um dia. E assim, aqui está a minha promessa de que este blog será atualizado semanalmente, entre uma a três vezes por semana.
 
Já me conhecem, não esperem temas práticos ou de lifestyle. Eu sou, por natureza, uma pensadora de fundo e é o resultado dessas reflexões que me comprometo a trazer, aí sim com pormenores práticos.
No próximo post vou explicar-vos como comecei a estruturar a ideia do legado e como o construir. Alguém por aí que se dedique a pensar nisso? Que conclusões tem para partilhar?
 
Aguardo os vossos comentários sobre este artigo e outros assuntos que considerem importantes.
Até breve!

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever newsletter



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D