Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Para quem leu o post anterior e pergunta, como eu, o que acontece quando não é uma pessoa mas uma massa de pessoas que acreditam apenas naquilo que lhes entra pelos olhos dentro, nas cassetes que passam vez após vez com teorias ou "informação" supostamente fidedigna para nos aprisionar os neurónios.

Não serei a única preocupada quando o canal mais visto no serviço pago de TV é o da CMTV. Não serei a única certa de que este, como outros, é um sinal de um povo transformado em rebanho, em que todos vão para o mesmo lado, todos pensam da mesma maneira, todos falam do mesmo e quando alguém destoa, quando alguém utiliza a massa cinzenta, é considerada esquisita.

Onde é que isto acaba? No extremismo do politicamente correto? Na aceitação de todas as ações dos nossos dirigentes sem pelo menos comparar com o que se passa nos outros países da Europa? No foco do dia a dia de cada um, sem querer saber do que se passa à volta? Quem pensa reage. Quem mantém um raciocínio crítico não se fica pelo que vem nos media e vai à procura de mais contexto, de entender os porquês. Esta senhora é um exemplo disso. Sigam-no. Basta de andarmos a ser carneirada, e se formos ao menos que sejamos carneirada informada. Se calhar dá trabalho. Se calhar ocupa o tempo que seria habitualmente dedicado à novela. Mas é imensamente compensador.

E que tal fazer deste um novo hábito para 2015?

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever newsletter



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D