Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ode do cozinheiro à sua maravilhosa vida

por doinconformismo, em 25.04.16

Cozinha minha, se agora a faca levanto

Pedindo à Musa Ana a sua ajuda

Somente soe do telefone o canto

De tantas solicitações que a põem muda

E tudo quanto me passa na cabeça e escrevo

Nas várias redes sociais

Coloco sem querer saber se devo

 

Cozinha minha, feita e desenhada por mim

Com tudo o que preciso e o que mais gosto

Tão funcional, te vês cheia mesmo assim

De mimos e presentes que iluminam meu rosto

Sabores tão delicados, raros e graves

quais principescos ovos de ouro

um a um, os degusto sentindo os sabores suaves

 

Ah! Pudera eu acrescentar aos dias horas!

Possível fosse fazer andar para trás o tempo!

Já vários livros eu teria agora

Mais louco seria, com mais sentimento

Chef gourmet é o que dizem que sou

Trabalho mais do que descanso

Trabalho é prazer, muito tenho - muito dou!

 

Caparicano, com muito pelo na venta

Mãe Hélia bem me educou, mas as aneiras

Elas me perseguem, tenho uma ementa

Completa, da boca saem mesmo que não queira

Ou talvez, pensando melhor, é o que mais quero

Usar quando importunado

Ou mostrar o corpo nu, qual Nero!

 

Amigos dos meus bons amigos

Por eles nada há que não fizesse

E pela família, os de hoje e os antigos

Ideias há, mais tempo e coração houvesse

Grato sou por toda a minha vida

Tudo o que alcancei com o suor do rosto

E sei que há recompensa por cada ação tida

 

Cozinha minha, tudo o que vivi hoje recordo

Cinquenta anos a correr passaram

Nestes trinta e três de experiência transbordo

Choro por quantos no caminho ficaram

Um brinde a eles! Um brinde ao amor!

E aos U2 que nunca me abandonaram

E me ofereceram momentos cheios de cor

 

Cozinha minha, sempre que as facas pouso

Sonho com delícias nunca inventadas

Se por algumas horas a cabeça repouso

Sereias me inebriam, ideias são cantadas

Sou um sonhador, sou o José Besteiro

Mesmo pesando menos

Sou um poeta do sabor, não um mero cozinheiro!

Autoria e outros dados (tags, etc)

... no forno...

por doinconformismo, em 22.04.16

Há novos projetos no forno, todos diferentes, todos deliciosos.

Para breve a sua divulgação, mas até lá fiquem com esta informação:

FB_IMG_1460741785137.jpg

 Depois não digam que não vos avisei...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Projetos na Gestão de Projetos

por doinconformismo, em 11.04.16

Nem só de poesia vive a mulher e é bem sabido que a Gestão de Projetos é uma grande paixão da minha vida. Quase 20 dedicados a divulgar e aperfeiçoar a prática, duas certificações, mais horas do que posso contar a aprender, praticar, ensinar, debater, explicar.

A questão é: quando os recursos são escassos e o orçamento reduzido, como continuar na senda da excelência?

A resposta que encontrei é: partilhando. 

Partilhando a experiência única de localizar uma nova baseline de competências para Portugal com um grupo de profissionais tão apaixonados quanto eu.

Partilhando experiências e conhecimento no local de trabalho, com outras equipas, construindo uma base de conhecimento comum de lições aprendidas.

Procurando oportunidades de encontrar outros profissionais ou práticas com quem aprender.

Sobre este último ponto, e porque nos últimos tempos me tenho dedicado em particular a metodologias ágeis e abordagens lean, recomendo a quem se interesse por esta área a participação no meetup de hoje sobre DevOps, às 19h no LEAP center auditorium nas Amoreiras.

Mais informação aqui. Só não prometo que me vejam lá. Estou comprometida com outro projeto do qual falarei oportunamente!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Doçura

por doinconformismo, em 06.04.16

Teus olhos, tão belos

como o mês de Dezembro

Tua boca tão doce

como a noite de Natal

 

Tão bela é a beleza

que bebes com os teus olhos

Tão doces as palavras

que desenhas com a boca

 

De onde vem essa beleza?

De onde brota essa doçura?

De uma vida sem tristeza?

Doses baixas de aventura?

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever newsletter



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D